×
Já tinha ideia de fazer este post há algum tempo, entretanto  fui conhecendo mais locais, alguns menos prováveis que outros e fui acumulando... Até pensei em dividir por zonas, mas achei que iria ser demais. Não faltam locais no Porto para fazer umas fotos, uns mais secretos que outros mas todos únicos. Gosto sempre de explorar novos locais e ver como alguns dão fotos maravilhosas quer pela paisagem quer pela luz. Tentei selecionar alguns locais que acabam por não ser uma escolha óbvia de quem por lá se passeia e conhece. Já sabem que a criatividade não tem limites e muitas das vezes penso junto com a Joana, com quem tiro imensas fotos e experimentamos em locais que nunca tínhamos pensado antes. Vamos lá conhecer?

Fontaínhas


Um local que durante anos, seria impensável para mim por lá passar sozinha mas que não há muito acabamos por lá fazer umas fotos. Com vista privilegiada sobre o rio, está ainda longe das massificação turística. Ali ainda podem encontrar um pouco do Porto no seu estado puro onde não falta música alegre na rua. Foi aí que tirei a foto de capa, junto das grades que protegem os mais distraídos de eventuais quedas.



Mais um local pouco provável de passar há uns anos e apesar de já haver turistas, os bairros e ruas à volta ainda há o tópico espírito portuense que foi o ideal para fazer as fotografias pela altura do S. João, mais concretamente na Rua de Sant'Ana.

outfit-dress-bell-sleeves-mercado-ferreira-borges

Mercado Ferreira Borges


A descer em direção à ribeira é quase impossível ficar indiferente ao edifício com estrutura a vermelho. O espaço onde agora se insere o Hard Club, já foi outrora um mercado e apesar de ser um local onde haja imenso movimento, dá para tirar excelentes fotos. Descobrimos por acaso, quando a luz fora de portas e o calor era imenso e experimentamos fazer umas fotos no interior. O toque de vermelho das fotos até não ficou nada mal.


Reitoria da Universidade do Porto


A zona é conhecida pelas fotos de Mario Testino para a Vogue, onde em pano de fundo aparece a igreja do Carmo e uns estudantes trajados. No entanto, o outro lado do edifício acaba por ter menos afluência, talvez porque a Torre dos Clérigos, do outro lado da rua desvie as atenções.


Praça das Cardosas


Tal como o nome deixa adivinhar, é muito próximo do hotel Palácio das Cardosas e por isso dos Aliados. Se já estacionaram por ali sabem qual o local que falo, um local amplo, um pouco resguardado até para tirar fotos.




Costumam a tirar algumas fotos? Se sim partilhem por favor nos comentários🙏🏼

Todas as fotos por Joana Cardoso.
outfit-floral Quando vos falo que tenho vivido em vestidos fluidos, é disto que falo. Vestidos longos e ainda assim leves, fáceis de vestir e descomplicados para o verão... Bem por agora parece que o verão fez uma pausa e deu lugar ao nevoeiro, pelo menos durante dois dias por esta zona.




Vestido SheIn c/o | óculos de sol RayBan | fita de óculos: Parfois | mala via e-Bay  outfit-floral outfit-floral outfit-floral outfit-floral

Dizem que as mulheres nunca tem demasiados sapatos, certo? Eu poderia encaixar-me perfeitamente nesta categoria mas acho que também encaixaria na de "nunca tem demasiadas paletas...". Já sabem por aqui como sou apaixonada por blush e iluminadores e sombras também há sempre alguma que falta. Vi esta nova paleta, Backtalk da Urban Decay, quando estive em Madrid e quase veio comigo nessa altura. Confesso que não veio, pois tinha esperança que chegasse a Portugal e/ou conseguir a um bom preço. E foi mais ou menos o último que aconteceu, mesmo antes de chegar à loja online da Sephora por cá, apareceu na FeelUnique com uns descontos e mais uns vales e lá acabou por vir.

Esta é uma paleta que combina olhos com rosto, já que de um dos lados, existem 8 sombras em que 3 são mates e 5 tem brilho e do outro lado 3 blushes e 1 iluminador´. A dividir estas duas partes, está um espelho que com uma parte magnética permite colocar ou retirar. Acho que esta foi uma boa ideia da parte da marca, quando queremos usar o espelho não andar com toda a paleta agarrada. Apesar de ser em cartão, é relativamente resistente tornando-a assim mais leve, pois se fosse metálica ou plástico rígido como algumas das Naked, com todos estes compartimentos, tornar-se-ia um pouco pesada.

   Da esquerda para a direita:

  • 3 sheets, um tom rosa claro mate, ótimo para usar como base em toda a pálpebra. Surpreende pelo tom ter uma boa pigmentação e uniforme, normalmente estes tons tendem a esfarelar e se rum pouco poeirentos.

  • Bare, tom coral muito claro com acabamento brilhante.

  • Curve, rosa seco com acabamento brilhante.

  • Backtalk, um rosa quente com acabamento mate e que serve de mote a toda a paleta

  • Shade, tanto este como o seguinte são talvez os meus tons favoritos da paleta. Um tom rosa mais arroxeado, com acabamento acetinado.

  • Attitude, um vermelho ou acobreado, nem sei muito bem descrever com acabamento acetinado.

  • WTF, c castanho claro e quente com acabamento mate

  • 180, castanho mais escuro, quente e com acabamento acetinado





Quanto a parte da paleta de rosto, existem 4 tons, em que 3 são blushes e um iluminador. Da esquerda para a direita, temos o Cheap Shot, um ameixa com acabamento acetinado, o Double Take, um coral com acabamento mate, o Low Key, coral mas com acabamento brilhante dourado (faz lembrar o famoso Orgasm da NARS) e por último o iluminador Party Foul, um tom pêssego quente e muito claro, com acabamento acetinado em champanhe






Onde encontrar?
Online em Sephora.pt e FeelUnique.com
starbucks-porto

Uma pausa refrescante numa tarde quente na cidade parece ser tudo o que precisamos no verão. Agora há mais um local para aproveitar em plena cidade do Porto. Após o primeiro Starbucks ter chegado a Gaia, eis que chega ao Porto em dose dupla, sendo o mais recente na Rua Mouzinho da Silveira, bem próximo da estação de S. Bento.starbucks-porto
Além das bebidas com café, frescas ou não e de alguns snacks para saborear, há claro as tradicionais canecas e souvenirs. Onde se nota mais diferença é mesmo no espaço, a decoração moderna mas não óbvia, que proporciona algo diferente e diferencia de todos os outros existentes.

[one_half padding="0 5px 0 0"]starbucks-porto[/one_half][one_half_last padding="0 0 0 5px"]starbucks-porto[/one_half_last]

starbucks-porto
starbucks-portostarbucks-porto
[one_half padding="0 5px 0 0"]starbucks-porto[/one_half][one_half_last padding="0 0 0 5px"]starbucks-porto[/one_half_last]




Starbucks Baixa
Rua Mouzinho da Silveira, 188
Baixa, Porto
Starbucks Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

Desde há uns tempos para cá que parece que peles iluminadas tem vindo a ganhar mais terreno em relação a peles completamente mates. Aliás, isto mesmo tem sido mostrado nos desfiles com peles que parecem nuas mas sempre com algum glow. Cada vez mais gosto deste tipo de pele cujo acabamento parece ficar bem mais natural.


Para uma tez iluminada é essencial ter uma pele saudável e bem hidratada. Sem me alongar muito nesta parte (talvez deixe para um outro post), seria impossível ainda assim não considerar algumas sugestões. As máscaras dão sempre uma preciosa ajuda a manter a pele bonita e saudável. A máscara negra peel off da Boscia é uma das recentes novidades do mercado, trazida pela Sephora e que promete deixar a pele bem iluminada.
Uma outra ajuda que desde que conheci não dispenso, é o Strobe Cream da MAC. Já existe há imenso tempo, mas recentemente vi-o em versão de viagem e achei que era o tamanho ideal para experimentar. Não o larguei desde aí: deixa a pele com um bonito glow natural e tenho-o usado como primer, antes da base.



No que toca a pós, a Guerlain com os novos Terracotta Light ao mesmo tempo que dão o ar de pele beijada pelo sol, dão também um ar iluminado à pele. Tudo isto de uma forma subtil, em especial com esta cor que é das mais claras (ideal para mim) e numa tonalidade rosa, 00 Light Cool torna-se o ideal para os dias de make-up no make-up sempre com um toque glow. Mas como em outros tantos dias uso maquilhagem mais "pesada" raramente dispenso o uso do iluminador. Aqui sem dúvida que a escolha recai sobre a Becca, uma vez que toda a filosofia da marca assenta numa pele iluminada, os seus produtos e em particular os iluminadores são dos mais bonitos e poderosos que podemos encontrar. Desde a chegada da marca que tenho vindo a entender o porquê do entusiasmo em volta dos seus iluminadores em especial o C Pop. Se antes de conhecer a marca achava que o meu tom iria ser o Moonstone acontece que o meu favorito tem sido mesmo o C Pop: menos frio e mais dourado que o Moonstone, tenho este tom tanto em pó como em líquido. Gosto de ambos e se normalmente prefiro alguns produtos em pó, neste caso em particular não sei. O líquido dá um acabamento mais dewy além de ser mais versátil, já que poderá ser adicionado e misturado em pequenas quantidades ao creme hidratante, primer ou base para um toque glow à pele. Experimentem, acredito que se gostam de pele iluminada, em especial agora no verão, vão adorar este efeito.


Desde há uns tempos para cá que parece que peles iluminadas tem vindo a ganhar mais terreno em relação a peles completamente mates. Aliás, isto mesmo tem sido mostrado nos desfiles com peles que parecem nuas mas sempre com algum glow. Cada vez mais gosto deste tipo de pele cujo acabamento parece ficar bem mais natural.


Para uma tez iluminada é essencial ter uma pele saudável e bem hidratada. Sem me alongar muito nesta parte (talvez deixe para um outro post), seria impossível ainda assim não considerar algumas sugestões. As máscaras dão sempre uma preciosa ajuda a manter a pele bonita e saudável. A máscara negra peel off da Boscia é uma das recentes novidades do mercado, trazida pela Sephora e que promete deixar a pele bem iluminada.
Uma outra ajuda que desde que conheci não dispenso, é o Strobe Cream da MAC. Já existe há imenso tempo, mas recentemente vi-o em versão de viagem e achei que era o tamanho ideal para experimentar. Não o larguei desde aí: deixa a pele com um bonito glow natural e tenho-o usado como primer, antes da base.



No que toca a pós, a Guerlain com os novos Terracotta Light ao mesmo tempo que dão o ar de pele beijada pelo sol, dão também um ar iluminado à pele. Tudo isto de uma forma subtil, em especial com esta cor que é das mais claras (ideal para mim) e numa tonalidade rosa, 00 Light Cool torna-se o ideal para os dias de make-up no make-up sempre com um toque glow. Mas como em outros tantos dias uso maquilhagem mais "pesada" raramente dispenso o uso do iluminador. Aqui sem dúvida que a escolha recai sobre a Becca, uma vez que toda a filosofia da marca assenta numa pele iluminada, os seus produtos e em particular os iluminadores são dos mais bonitos e poderosos que podemos encontrar. Desde a chegada da marca que tenho vindo a entender o porquê do entusiasmo em volta dos seus iluminadores em especial o C Pop. Se antes de conhecer a marca achava que o meu tom iria ser o Moonstone acontece que o meu favorito tem sido mesmo o C Pop: menos frio e mais dourado que o Moonstone, tenho este tom tanto em pó como em líquido. Gosto de ambos e se normalmente prefiro alguns produtos em pó, neste caso em particular não sei. O líquido dá um acabamento mais dewy além de ser mais versátil, já que poderá ser adicionado e misturado em pequenas quantidades ao creme hidratante, primer ou base para um toque glow à pele. Experimentem, acredito que se gostam de pele iluminada, em especial agora no verão, vão adorar este efeito.



Já andava de olho nesta t-shirt há algum tempo e quando a vi em saldos sabia que não podia escapar. É simples mas os detalhes cheios de brilho falam por si, tornando-a perfeita para usar num dia que parece que o calor chegou a sério à cidade (sim, eu própria não estava preparada para esta mudança repentina e normalmente não lido muito bem com os extremos). Já tinha usado esta combinação algumas vezes mas com outros sapatos, no entanto para este dia o melhor pareceu mesmo ser uns ténis confortáveis.


T-shirt: Stradivarius | culottes: Primark | batom: Sephora Cream Lip Stain nº94 | brincos: Parfois

Já andava de olho nesta t-shirt há algum tempo e quando a vi em saldos sabia que não podia escapar. É simples mas os detalhes cheios de brilho falam por si, tornando-a perfeita para usar num dia que parece que o calor chegou a sério à cidade (sim, eu própria não estava preparada para esta mudança repentina e normalmente não lido muito bem com os extremos). Já tinha usado esta combinação algumas vezes mas com outros sapatos, no entanto para este dia o melhor pareceu mesmo ser uns ténis confortáveis.

Na passada semana e a convite da Zomato, fui conhecer um dos mais recentes espaços do Porto, o Subenshi. Apesar de ser novidade pela cidade, o nome não deve ser completamente estranho, já que o primeiro espaço abriu em Aveiro.


Este novo espaço situa-se numa zona nobre da cidade, ao lado do edifício da Reitoria da Universidade do Porto e com os Clérigos ali a dois passos. O restaurante ocupa todo aquele prédio, que foi recuperado, dando um toque de modernidade sem perder os traços de outrora, com azulejos e os tetos que nos deixam absolutamente maravilhados. Aliás, foi assim mesmo que a visita começou, com uma visita guiada acompanhada de um gin , por entre os vários pisos que acabam por "separar" um pouco os vários conceitos que podemos encontrar no restaurante. Desde grelhados e um conceito mais de tasca japonesa com tapas no primeiro piso, até ao último com sushi e uma vista privilegiada a acompanhar.  
    
Esta experiência ocorreu num ambiente mais intimista, numa das salas logo ali à entrada. E não poderia ter começado melhor, com um Ceviche de Peixe Branco, que mesmo eu que não sendo apreciadora em especial deste tipo de prato, gostei da ligação das chips de batata doce com o peixe e com o Kiwi. Seguiu-se um prato com espetadas de vieiras acompanhado com milho baby e molho kimchee absolutamente fantástico e dos meus favoritos da noite.
O jantar foi-se desenrolando e a experiência não parava de surpreender com tudo o que de melhor o espaço tem para oferecer. Seguiram-se as espetadas de barriga de porco (Porco e Okonomiaki) acompanhadas por Wakame, uma salada de algas com sésamo e um sabor intenso e interessante. Houve também lugar para experimentar espetada de asa de frango com gema de ovo e cebolinho e ainda um dos muitos panados (existe Tonkatsu de porco e de frango) que por ali se pode saborear.
Para finalizar, não faltaram as sobremesas e difícil escolher quais as favoritas. Entre Parfait Teriyaki Subenshi, um semifrio de nata com aroma teriyaki até aos gelados de ovos moles, avelã, chocolate e pistachio, é difícil mesmo escolher qual o melhor. Nota que vale a pena reter: o gelado de ovos moles não contém lactose assim como os sorvetes artesanais. Todo o jantar acompanhado ainda pelos fantásticos cocktails preparados pela equipa. Toda esta experiência deixou-me com vontade de lá voltar e experimentar outros pratos e até quem sabe repetir alguns.
   

Subenshi
Praça Parada Leitão, 13
Porto
Facebook
Subenshi Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato