Lancôme Absolue Precious Cells máscara revitalizante de rosas

Uma máscara luxuosa de Lancôme, com o poder revitalizante de 3 extratos de rosas.

Só me apercebi que ainda faltava eu falar desta máscara de rosas da Lancôme Absolue Precious Cells por aqui, quando decidi falar de um creme que tenho usado também da Lancôme. De forma injusta devo dizer, pois esta é das minhas máscaras favoritas de sempre.


Segundo a marca, a sua fórmula é enriquecida com 3 extratos de rosa (de Lancôme, Damascena e centifólia) e água de rosas. A sua textura é fresca e gelatinosa com verdadeiras pétalas de rosa em suspensão, oferecendo conforto e alívio imediatamente após a aplicação.

Ainda que seja um gel, a sua textura é indulgente e rica, como seria de esperar de uma linha premium. Esta não é uma máscara que peles maduras e/ou secas poderão gostar, pois normalmente preferem texturas mais ricas e que proporcionem mais conforto.  Confesso que talvez  por ter a pele com tendência à desidratação, o que acaba por acontecer é que tenho de aplicar uma camada generosa ou reaplicar, pois caso contrário, todo o produto é rapidamente absorvido (não restando sequer qualquer produto ao final de 10 minutos).

Esta é a minha escolha, quando noto que a pele precisa de um booster de hidratação ou até de luminosidade. Apesar da recomendação da marca, de aplicar durante 10 minutos, esta é uma das máscaras que aplico à noite, depois da limpeza de rosto, retirando o que resta apenas na manhã seguinte. Ao acordar, noto a pele com mais luminosidade e viçosa, como que transformada. Claro que pele mais hidratada e revitalizada, resulta também numa atenuação das rugas e linhas, assim como numa pele mais elástica e suave.

Claro que é um produto do segmento premium/de luxo, pelo que o seu preço é "mais salgado" que o habitual. Neste tipo de produtos, deveremos ter em conta, o tipo de ingredientes, tecnologias, texturas e sensorialidade, que acaba por contribuir como um todo para o preço mais elevado.

Quem desse lado já conhecia? Partilhem a vossa opinião.

Comentários